Voraz em campo, atacante Marinho é dono dos melhores números do Vitória

Ele chegou como um dos bons investimentos feito pelo Vitória para a temporada. A torcida aprovou, botou fé e teve suas expectativas correspondidas até agora. Marinho sabe que divide os holofotes com Kieza, maior investimento do Leão nos últimos anos, mas, atualmente, é ele quem carrega o título de “o cara” do time. 
Dentro de campo, ele honra a tatuagem que carrega no braço esquerdo, o desenho de um leão. Artilheiro do Vitória e líder de assistências, os números de “Di Marinho” - como foi apelidado pela torcida rubro-negra, em referência ao craque argentino Di María - agradam até os mais críticos.

Das 10 vezes que o Vitória entrou em campo neste ano, Marinho esteve presente em oito. E entre os 20 gols marcados pelo clube, seis saíram dos pés dele, sendo três no último jogo, contra o Náutico-RR, na quarta-feira. Além disso, foi garçom para três gols.

O camisa 7 tem gol de tudo que é jeito. Na estreia do Campeonato Baiano, diante da Juazeirense, um chute rasteiro, dentro da área. No jogo seguinte, contra o Vitória da Conquista, em uma linda cobrança de falta, no ângulo. Novamente contra o time de Juazeiro, já pela semifinal, bastou um chute colocado.

Contra o Náutico-RR, pela Copa do Brasil, foi um festival. O primeiro foi jogada de quem conhece. Marinho deixou quatro adversários para trás e bateu da entrada da área. No segundo, ele mostrou que artilheiro não pode perder gol besta e marcou após tomar a bola do goleiro. O último, também com oportunismo, foi cara a cara com o gol.
Marinho terá a chance de mostrar de novo sua soberania no dia 21, quando o Leão recebe a Juazeirense no Barradão e pode até perder por um gol para ir à final do estadual.

Fonte:Correio
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Página inicial

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook

Parceiros

Melhores Rádios

Radio

Seguidores

Total de visualizações